Evento Internacional WSACS reúne vários fatos inéditos durante realização no CAMPINAS 2019

Com um número que supera muitos eventos nacionais e internacionais no calendário médico, o CAMPINAS 2019 tem na grade de programação uma seleção de convidados internacionais que atuam em situações extremas, como militares dos EUA, Reino Unido e América Latina, além de cirurgiões e intensivistas com larga experiência e grande currículo científico. Vários deles apresentarão resultados de pesquisas recentes e estudos ainda em andamento. 

Esta é a primeira vez que a Sociedade belga faz um congresso mundial para o Hemisfério Sul do mundo; tendo também pela primeira vez um presidente brasileiro.

“No pré-congresso as novidades começam com o curso de ultrassom point of care (ultrassom a beira do leito) para melhorar e incrementar a propedéutica dos pacientes. Usado em todo o mundo e pouco nas Américas”, comentou o Presidente no Brasil da Sociedade Mundial do Compartimento Abdominal – WSACS, Dr. Bruno M Pereira.

Ainda nos cursos pré-congresso estão programadas atividades somente para cirurgiões, anestesistas, emergencistas e intensivistas congressistas considerados importantíssimos em todo o mundo como Mansoor Khan (Tenente Coronel, Chefe de Hospital Militar em Londres) que tem experiência em cenário, Adrian Wong (Intensivista na United Kingdom, Londres) que opera em todo o mundo, Juan Duchesne (professor de New Orleans, USA) e Dant Yen, de Miami (USA). 

Também inédito no Brasil,  o curso “Best” será realizado através da iniciativa da WSACS, com a Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT) em conjunto com o Brazilian Comid of Trauma do American College of surgeons e que trará Raul Coimbra, Juan Duchesne e Megan Brenner que são importantes nomes da atualidade sobre tratamento endovascular e reboa (Resuscitative endovascular balloon occlusion of the aorta). 

“O tema chama muito a atenção para quem atende este público no Brasil. Se trata de um procedimento que envolve a colocação de um balão endovascular na aorta para controlar o sangramento, aumentar a pós-carga e manter a pressão arterial temporariamente no choque hemorrágico traumático”, acrescentou o médico.

Em outro curso estará disponível o estudo do abdome aberto e complexo somente para cirurgiões e intensivistas que irão se encontram para discutir o tratamento de pacientes com fístulas entre atmosféricas, impéricas, abdome aberto e até terapia de pressão negativa que é um novo método para síntese da cavidade abdonminal. No curso todos poderão saber como tratar estas fístulas na UTI e nutrição para doentes. 

Já o Demate Control terá simpósio com os militares, com profissionais envolvidos em resgates ou situações reais. Primeira vez novamente e, no mundo que serão reunidos tantos profissionais sobre o mesmo tema com as discussões do Congresso que sairão na Revista Shock.  

Um convênio com a maior academia de fluídos do mundo, a AIfa, trará a International Fluid Academy Day, que é um dia todo sobre o tema. Evento trará muitas novidades sobre que tipo, como usar e quando fazer? 

São esperados emergencistas, intensivistas, cirurgiões e anestesistas outros profissionais. Neste caso são parceiras da atividade a Sociedade Brasileira de Anestesiologia e Sociedade Paulista de Terapia Intensiva além da SBAIT e outras entidades internacionais.